Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2010

Ainda o horário de Inverno

A SATA anunciou a entrada em vigor do horário de Inverno com um press release onde destaca o reforço da capacidade de carga e do número de lugares oferecidos.
Não percebi muito bem se era para ficarmos espantados com esta notícia ou festejar a melhoria do serviço, quando o aumento de que agora se faz notícia é consequência directa da substituição dos ATP’s pelos Q400 e não vem necessariamente melhorar a vida aos Açorianos.
Digo isto porque as frequências matem-se exactamente as mesmas que no ano passado, pelo menos para o Pico, só que no lugar de um avião com 64 lugares, temos um com 80. Uau, um aumento de oferta na ordem dos 25%! E numa época IATA em que os ATP’s já eram grandes e andavam com baixas ocupações! De que nos serve mais lugares se não há procura? De repente, para o ano ainda se queixam das taxas de ocupação a baixar e cortam nas frequências…
Como já aqui disse, para mim, uma verdadeira boa notícia no anúncio dos horários de Inverno, seria o aumento das frequências, mesmo que…

Spotting no Pico XIV

Imagem
Com os voos de S. Jorge a ir para o Pico, o voo da TAP apanhou um Q400 no chão nas últimas duas semanas. Como não é uma coisa que aconteça muitas vezes e pelo menos este inverno não deve voltar a acontecer, pedi ao meu irmão para passar pelo aeroporto, e o resultado foi este:




Obrigado Duarte.

Novas obrigações de serviço público

Já foram publicadas no jornal oficial da união europeia, as novas obrigações de serviço público no que respeita a serviços aéreos regulares, referente às seguintes rotas:

· Lisboa–Ponta Delgada–Lisboa

· Lisboa–Terceira–Lisboa

· Lisboa–Horta–Lisboa

· Funchal–Ponta Delgada–Funchal

· Porto–Ponta Delgada–Porto

· Lisboa–Santa Maria–Lisboa

· Lisboa–Pico–Lisboa

· Porto–Terceira–Porto

A principal alteração introduzida por esta revisão é o desaparecimento da tarifa mínima de 120 euros para as tarifas promocionais. As companhias têm agora mais alguma flexibilidade para a comercialização deste tipo de tarifas, embora continuem obrigadas a oferecer 10% dos lugares disponíveis a uma tarifa no mínimo 30% inferior à de residente ou estudante. No entanto, mantém-se um limite de 86 euros para a média das tarifas promocionais disponibilizadas durante um ano.

Outra alteração, é o aumento do coeficiente médio de ocupação numa rota, necessário para que a companhia seja obrigada a aumentar a oferta, que sobe…

Amanhecer

Imagem
Enquanto esperava pela saída do TGL, estava o TRF a pedir umas "experiências". Saiu isto:

Despedida do CS-TGL

Imagem
Foi-se embora hoje às 8:20, rumo à Suécia.

Horário de Inverno Aeroporto do Pico

Imagem
Com Novembro a aproximar-se, estava na altura de dar uma vista de olhos no que nos reserva este Inverno, em termos de voos para o Pico.
Não há grandes novidades em relação ao ano passado, apenas alguns reajustamentos na hora de alguns voos e, claro, a mudança do ATP para o Q400.
Assim, estamos perante um aumento significativo da oferta de lugares mas mantêm-se as frequências. Um bom serviço seria exactamente o contrário, mas infelizmente não seria de esperar outra coisa com apenas 1 Q200 a operar nos céus Açorianos, não obstante as promessas de mais frequências a quando do anúncio da renovação da frota.

Frequências e a Terceira

Uma das principais razões que levaram à polémica em torno da decisão da SATA em basear todos os seus aviões, que fazem as ligações inter-ilhas Açorianas, no aeroporto João Paulo II, é a premissa de que existiriam mais e melhores ligações, se uma das aeronaves tivesse base na Terceira.
Às vezes questiono o que quererão os Terceirenses dizer com isso, uma vez que outra das armas de arremesso que utilizam nesta luta, prende-se com a suposta realização de voos supérfluos para reposição dos aviões da Terceira para Ponta Delgada e vice versa. Ora se, nessa óptica, existem voos a mais, o que querem dizer com mais e melhores ligações?
Vejo uma possibilidade, podem estar-se a referir aos voos à moda antiga, quando os voos para outras ilhas eram todos via terceira e lá se passavam manhãs e tardes inteiras à espera de ligações. Bom para a economia Terceirense, mau para todos os outros…
A verdade é que a discussão que se gerou em torno desta questão parece estar a distrair toda a gente, com o que s…

São Jorge 3 semanas sem voos.

À semelhança do que aconteceu durante as obras de ampliação da pista do aeroporto do Pico, também S. Jorge ficará, temporariamente, sem ligações aéreas com o exterior, mas serão apenas 3 semanas, ao invés dos 3 meses inicialmente previstos.
Entretanto a SATA garantirá o transporte do porto das Velas até ao aeroporto do Pico a todos os passageiros com viagem marcada entre 11 a 30 de Outubro.
Estas soluções de recurso em situações anormais são um bom exemplo das mais valias da proximidade das ilhas do triângulo.
Esperemos que a meteorologia não complique muito a travessia e que não hajam atrasos nas obras.
A nota de imprensa divulgada pela SATA pode ser lida aqui.