31 dezembro 2014

Spotting de fim de ano!

Notei que já não publico fotos minhas dos Dash no Pico já vai mais de um ano, pelo que fui hoje ao aeroporto ver se conseguia alguma coisa, tarefa facilitada pelo tráfego extra que apareceu devido às nuvens baixas no Faial. Deixo aqui as 3 melhorzinhas...


3 comentários:

Anónimo disse...

A TAP cancelou um voo extra da TAP no dia 2 de Janeiro, o TP3919 LIS-HOR e o TP3918 HOR-LIS, para além do voo habitual TP1845 LIS-HOR e TP1844 HOR-LIS. A resposta que me deram foi devido a motivos operacionais. Mas a verdadeira razão deve ter sido o número reduzido de passageiros para ambos os voos, que pelos vistos um avião A319 com 132 lugares é mais do que suficiente e não está cheio. A maioria das pessoas irá viajar no Sábado e no Domingo.
O ano passado a TAP realizou um voo extra para o Pico numa 5.ª Feira(2 JAN), mas este voo não foi cheio (70%)! Este ano ao colocaram o voo extra no domingo contribuiu para que esteja com a ocupaçao quase 100%. Critiquei o dia escolhido o ano passado para o voo extra para o Pico e esclareci que o melhor dia para fazer esse voo seria o Domingo visto a maioria das pessoas(estudantes), quer sempre aproveitar o máximo de tempo que pode ficar em casa e opta por viajar os últimos dias. Parece que levaram em conta esse facto!

Esta alteração do voo extra para o Pico de uma 5 feira para um domingo poderá ter contribuido para o cancelamento deste voo extra para o Faial, visto que a maioria das pessoas do Pico irá viajar nos voos da TAP do Sábado e Domingo do Pico.

Em 2005 chegou a existir 3 voos para a Horta num único dia, no Natal!

Agora 1 voo é suficiente para Horta e outro para o Pico no mesmo dia.

Anónimo disse...

Boa noite, Rui estive a ler a resposta a um requerimento por parte do Governo dos Açores sobre a redução das ligações marítimas Pico-Faial e fiquei abismado com a ignorância, sem qualquer estudo prévio, de estimativa do número de pessoas do Pico que viajam em voos da TAP de/para Lisboa a partir da Horta. ESTIMA QUE VIAJAM APENAS 20 PESSOAS POR DIA, ou seja, cerca de 7300 pax/ano.
Se ler o ponto 4 da resposta:
"No referido requerimento é referido que "a esmagadora maioria" dos passageiros que atravessa o canal Faial/Pico o faz por razões de Saúde e de Saída para o exterior da região(ou no sentido inverso)". Esta análise não corresponde há realidade, pois dos cerca de 360 mil passageiros, apenas 10.342 tinham como objetivo deslocar-se ao Hospital da Horta para consultas (dados fornecidos pelo Hospital da Horta à Transmaçor). Quanto aos passageiros que viajam para apanhar o avião para Lisboa ou que regressam ao Pico, estima-se uma média diária de 20 pessoas, nestas condições, o que corresponde a 7300 passageiros por ano. Assim sendo facilmente se conclui que o setor turistico e os movimentos pendulares são os que mais passageiros movimentam no canal.
Sem prescendir salienta-se que não abstante o número de passageiros que viajam por motivos de saúde ou de ligação ao exterior da região não ser tão expressivo, sempre houve preocupação, dentro do possível satisfazer essas necessidades."
in: http://base.alra.pt:82/Doc_Req/Xrequeresp328.pdf

Número passageiros transportados de/para Lisboa voos diretos da Horta
2013 69986

Número passageiros transportados de/para Lisboa voos diretos do Pico
2013 11293

Somando os 7300 ao Pico e subtraindo os 7300 passageiros dos voos da Horta, estimados pelo Governos

Números do Governo, de/para Lisboa voos diretos da Horta
2013 62686

Número do Governo de/para Lisboa voos diretos do Pico
2013 18593

1) Algo neste número não bate certo o Faial com cerca de 15 000 pessoas e o Pico com cerca de 14 000, no Faial viajam 3,37 vezes mais??????????

2) E quantos ainda atravessam o canal para apanhar uma simples ligação inter-ilhas para a Terceira e São Miguel (especialmente no Inverno, pois só há voos diretos 2 vezes por semana). Há dias no Verão que os voos estão completamente cheios (2 voos por dia: 1 para São Miguel e outro para a Terceira), em dias seguidos da semana e alternativa que dão é apanhar voos inter-ilhas pelo Faial, pois 2 a 3 por dia para São Miguel ou a Terceira??????????

2) Algo neste número de utentes que vai para Hospital da Horta não bate nada certo. Então recebe apenas 10.342 doentes do Pico só para consultas? E as restantes situações de urgências, encaminhamentos de doentes, operações e cirurgias, simplesmente desaparecem das estatísticas, se é que existem mesmo?????
3) Dos 360 mil pessoas, apenas 10.342 doentes + 7300 passageiros dos voos da TAP da Horta são do Pico, os RESTANTES 342.358 SÃO TURISTAS???????????????

Bem me parecia que o desconhecimento era muito, mas tão distante da realidade é que nunca pensei!

O que achas destes números??

Rui Medeiros disse...

Sem um número concreto dos passageiros com origem/destino Pico que utilizam o aeroporto do Faial, não é fácil contra argumentar.
Na minha opinião o problema aqui é que se dizem coisas sem pensar, nomeadamente que a entrada ao serviço de novos barcos não significaria redução de frequências de ligações, quando a dimensão dos mesmos apontava para o contrário e de facto foi isso que veio a acontecer. Há que assumir que a escolha que se fez na melhoria dos equipamentos que fazem as ligações do canal também tem contras, por exemplo, a diminuição das frequências.
Frequências que, quer no transporte marítimo quer no aéreo, são, na minha opinião, a chave da garantia de conectividade inter-ilhas e para o exterior da região. Quanto mais escolha existir nos horários de saída de uma ilha, mais possibilidades de ligação com outros meios de transporte e destinos ficam ao seu alcance. Para isso há que fomentar um modelo que permita, de uma forma rentável, ou pelo menos de uma forma sustentada, mais frequências entre as ilhas com piores ligações.