15 fevereiro 2010

Chegada do CS-TRE

Antes tarde do que nunca, fica aqui o meu registo da chegada do TRE a Ponta Delgada, ainda com o registo Canadiano C-GBIY.

video



7 comentários:

Anónimo disse...

http://saojorgeaviation.blogspot.com/


E aí deixo o link da passagem do Q400 por sao jorge, boas fotos rui. abraço

faustino disse...

Fazes ideia de quando é que vão começar a utilizar os q400 no lugar dos ATP? Será substituição gradual ou começam a voar com os que estiverem disponíveis assim que acabarem os voos de treino/teste?

Rui Medeiros disse...

Já em Março devem existir voos em Q400, a partir de Abril está previsto que já não se voe com os ATP's

Anónimo disse...

Se eu fosse muito rico... comprava todos os ATP's da SATA e abria uma nova companhia low cost inter-ilhas!!Será que era rentável??

Anónimo disse...

Uma Low cost com ATP´s velhos ( 20 anos)?????
Quantas low cost no Mundo utilizam avioes com 20 anos????? O custo de uma Manutençao de um aviao de 20 anos nao é igual a de um aviao novo.
Os pessoas reclamam avioes novos para a Sata e vamos por esses mesmos avioes a voar numa outra companhia?
Qual é a low cost que quer fazer um voo para a Graciosa com 9 pax´s?
Voos para o Corvo com 0 pax na ida e com 1 pax na chegada?
E mesmo o Pico? e S. Jorge? e Flores??
Acha que com low cost vai ter 2 voos por dia para algumas Ilhas??? Tem dias ( a maior parte do Ano) esses 2 voos por dias juntos nao dá uma taxa de ocupaçao de 30% do Aviao.
Todos os voos que sao rentaveis fazia as low cost, os voos sem rentabilidade faz a Sata. Correcto???

Eu queria era mesmo uma low cost para substituir a EDA. Há por ai alguma petiçao deste sentido???

Anónimo disse...

Eu julgo que seria rentável. Supondo que uma passagem inter-ilhas, nesta nova companhia lowcost, seria 25 euros, para qualquer destino. Teria muita procura, nem que fosse para ir tomar um café a são miguel, escalar o pico num fim de semana ou percorrer as belezas naturais das flores.A 25 euros... um atp cheio de passageiros nesta nova companhia em termos de ganhos devia ser igual a um atp da sata com 20%..30% de ocupação.Ganharia-se talvez o mesmo dinheiro mas com taxa de ocupaçao maior.Enfim..é um bocado utópico mas uma análise profunda de mercado se calhar mostrava k uma nova companhia low cost inter-ilhas seria viável.

Anónimo disse...

Que contas são essas? O lucro da air açores é marginal com os pagamentos do serviço público e taxa média de ocupação na ordem dos 65% com bilhetes acima dos 100 euros.
Bilhetes 4 vezes mais baratos (usando os 100 euros para facilitar as contas) exigiam uma ocupação de 260% para dar o mesmo lucro... coisa que se quiser argumentar que é possível, é pelo menos ilegal... e com os custos da manutenção sempre a aumentar... as peças já não são fáceis de encontrar... Pois é, também queria os bilhetes a 25 euros, mas por favor, sejamos realistas!