30 março 2009

As luzes do Pico (outra vez)

Mais uma vez andaram nos meios de comunicação social do Pico e dos Açores as luzes da pista do Pico. A SATA diz que agora já pode operar de noite passados quase 2 anos desde que o aeroporto está certificado para operações nocturnas. O que eu gostava de saber é o que é que a SATA têm agora que não tinha à 2 anos atrás. Não vi quaisquer novos procedimentos emitidos pelo INAC, não há nenhuma nova certificação de tripulações, restam os procedimentos internos à companhia dos quais não tenho conhecimento mas que duvido muito levem 2 anos a elaborar.
Assim, gostava de ouvir uma explicação técnica sem desvios do assunto e transferência de responsabilidades de uns organismos para os outros, mas desconfio que nunca a vou ouvir, porque o mais certo é não ter havido celeridade neste processo por falta de interesse em resolver este problema.
Na verdade, um piloto particular já pode vir ao Pico de noite desde a data em que as luzes foram certificadas, bastando para isso pedir a reabertura do aeroporto pagando as respectivas taxas, as companhias é que se regem por diferente regulamentação e podem ter que tomar algumas medidas antes de o fazer. Mas estes dois anos que passaram não me parecem razoáveis.
No meio disto tudo, fico ainda à espera do primeiro dia que seja preciso vir ao Pico de noite para confirmar que afinal sempre já podem vir, pois com todas as voltas que já se deu neste assunto não sei se posso acreditar que desta vez é que é.

22 comentários:

Anónimo disse...

Nem sei como o Rui ainda pensa que existe o Pai Natal?!?
Como ainda agora na reunião com os responsaveis da TAP, fica mais uma vez dito e escrito que para Pico, o mercado é que vai definindo.Mas Continua-se a tentar enganar as pessoas pedindo mais voos, e dizendo que têm direito a mais voos.O vosso problema não é luzes nem outro qualquer, mas sim passageiros que não os têm e continuam a gastar dinheiro só nas equipas(com jogadores e treinadores exteriores a ganhar balurdios) como têm feito até aqui. não vão longe.

Rui Medeiros disse...

Yep, o Pai Natal é um fixe! Mas voçê ou não conhece a realidade do Canal ou não lhe dá jeito comentar de acordo com o que o que acontece.

artur xavier disse...

Ainda hoje seguiu, para a Ilha de Santa Maria, uma equipa de Voleibol (Feminina) do Ribeirense. Regressam no próximo domingo e são, no mínimo, 15 pessoas. Sabem qual o aeroporto de saída e entrada?...
Um doce, a quem adivinhar!

Carlos Sequeira disse...

Não sei os horários do Pico, mas não há voos inter-ilhas durante a semana?? Não houve hoje nenhum?? Nem vai haver Domingo?? É que assim o caso é outro!!! Julgava que isso só acontecia com os voos nacionais... O caso complica-se!! Ou será que a equipa tinha interesses e não pôde esperar pela hora de voo preferindo seguir em outra altura?? É que o último voo para Sta. Maria só parte lá para as 18:30, e não deve ser o único, até porque Sta. Maria ainda tem menos população que o Pico... Admito que tou só a enriçar, mas o Sr. artur xavier, também está a ser mauzinho.
Bem hajam.

Anónimo disse...

Se a equipa de Volei vem pelo Faial deve ser responsabilizado quem preparou o itinerário,porque por falta de lugares nos vôos do Pico não deve ser de certeza!!!

Two-Way Channel disse...

AS LUZES AINDA NÃO PERMITEM VOOS NOCTURNOS NO PICO! SABIAM QUE OS POLÍTICOS ANDAM A ENGANAR AS PESSOAS, COMO SEMPRE?

Rui Medeiros disse...

Bem que ontem achei estranho terem de desviar o 453 que vinha da Graciosa e ia para Ponta Delgada quando o voo que ia para S. Jorge e a seguir é que vinha ao Pico atrasou mais de 3 horas por avaria. Mas quis acreditar que tivesse a ver com outras razões operacionais. Pode confirmar que foi mesmo porque afinal ainda não se pode vir ao Pico de noite, outra vez...

Pedro Galvão disse...

Já por aqui tinha estado alguns dias atrás, e expressei a minha opinião, voltei e deparo-me com este titulo, que mais não é do que querer chamar atenção de algo que não é realista.Para ter mais voos ou ligações apenas é possivel criando parcerias e definindo estratégias de marketing. Não vale a pena falar de luzes ou outras possíveis desculpas, apenas tem de perceber a realidade da vossa ilha, o tamanho, a capacidade para receber mais turistas, mais pontos de interesse na ilha, oferta gastronómica...enfim uma serie de coisas que não vale a pena repetir porque todos nós já sabemos.
O que muito me admira aquando das minha passagens por ai, e podem corrigir-me se estiver errado, é a própria rivalidade que se sente nas gentes do Pico, dependendo de qual a vila que pertencem e que nada contribui para boas estratégias de investimentos;e já agora, porque não fazem parcerias com o Faial?

artur xavier disse...

Desconheço os motivos que levaram a equipa do Ribeirense a não apanhar o avião no Pico. Como desconheço os motivos que levaram o grupo de finalistas da Escola Secundária das Lajes a fazerem o mesmo. Desculpem tanto desconhecimento (ou ignorância), mas ela será desculpável por eu estar longe da realidade...
Sou mauzinho?! Talvez!... E sacana, também!? Como queiram.

artur xavier disse...

Peço imensas desculpas a Pedro Galvão, mas parcerias com o Faial?!... Não sei porquê mas traz-me à memória um célebre tratado Portugal X Inglaterra...

Anónimo disse...

O verdadeiro pensamento dos picarotos,ai está ele.NÓS SOZINHOS SOMOS OS MAIORES E NÃO PRECISAMOS DE NINGUÉM.Realmente quem pensa assim nos dias de hoje, não merece comentários.

artur xavier disse...

Quem pensa assim, apesar de ter merecido comentário, não quer, nem pode, falar em nome dos Picarotos, mas sabe bem a razão dos porquês e da desconfiança que lhe vai na Alma. Ou quer explicações, o anónimo?! Ou não consegue ver?! Ou será que custa assim, tanto, fazer um simples exercício de nos colocar-mos no lugar dos outros?! No lugar dos que, sempre, se têm de contentar com as migalhas que caem da mesa dos "meus senhores"?
E, para mais, se falo assim, faço-o pelos seguintes motivos:
1º Porque sou um homem livre e assino o que escrevo;
2º Porque já senti na boca o gosto amargo dos que se sentem injustiçados e pouco, ou nada, podem fazer para além de mostrar a sua indignação e revolta;
3º Porque não quero viver acocorado e em silêncio à espera de esmolas que caiam do céu.
E enquanto o desânimo não se apoderar de mim e enquanto não me sentir vencido, hei-de combater, sempre, a ideia salazarenta de que "quem não é por mim, é contra mim". Eu não estou contra ninguém! Quem sou eu, para estar? Não sou, nem pretendo ser um outro D.Quixote. Lutar contra quê? Moinhos de vento?! Meus ricos, já vou perdendo o tempo e o feitio.
Metam isto nas vossas cebecinhas, de uma vez por todas.
Ora bolas!

Anónimo disse...

Mas o remedio para nao viver de esmolas sera emigrar, porque na realidade dos acores nao teremos uma vida como lisboa ou ate ponta delgada.Agora nao queira se fazer de vitima.

Carlos Sequeira disse...

Ainda este fim de semana estive no Pico, e muito sinceramente fiquei com muito boa impressão do que vi, e já lá não ia à 1 ano! Agora questiono, o Faial ou outra ilha é que tem culpa do que não há no Pico?? Vi várias obras e construções que visam dignificar a ilha, entre elas a ampliação do Hotel Caravelas, mas foi preciso realmente atravessar o Canal para tomar conhecimento destas evoluções, que de certeza serão benéficas para o aumento do Turismo local. Triste é ter, ficado a saber que o Hotel Pico morreu, quase de certeza, definitivamente!! Será culpa dos vizinhos do outro lado do Canal? A meu ver faltam defensores que se mexam e falem pelo povo do Pico. Escrever bairrismos não leva a nada... As luzes da Pista são o menor dos vossos problemas! Bem hajam...

Rui Medeiros disse...

Sr. Carlos, as luzes são com certeza um problema menor,mas pergunto-me para que foi o milhão de euros que se gastou nelas se não são para usar? E não me diga que é para os dias de nevoeiro que com os mínimos actuais não são as luzes que vão garantir a aterragem.
De resto concordo consigo, mas não gostei muito do impacto visual com que está a ficar o hotel. Esperemos para ver como fica no fim das obras.

Carlos Sequeira disse...

Tem toda a razão no que diz caro Rui. É dinheiro desperdicado, como o é nas outras ilhas e ainda à bem pouco tempo na Horta com a asfaltagem da nova variante que tiverem que re-colocar 1 piso quase todo novo porque o primeiro tinha ficado uma desgraça... Isto também é gastar milhões!!! Quando falei de ser um mal menor as luzes da pista não queria insultar ou denegrir o vosso aeroporto, mas infelizmente com tanta polémica à volta de toda a obra da infraestrutura aeroportoária até tenho alguma razão. E só para nós também fico à espera da conclusão da obra a ver se melhora um pouco de aspecto.
Bem Hajam

Padre disse...

Aquela é uma obra que nasceu torta e nunca mais se vai endireitar. E ainda por cima com os numeros a descer no Pico, é que nuncamais chegam lá.

Carlos Sequeira disse...

Ao Sr Padre (ou que se intitula padre) esperava um pouco mais de sensatez, mas nos dias de hoje com a crise, já não acredito que isso exista! Somos um triângulo de ilhas que podem e devem juntar-se e evoluir para o seu próprio bem!! Acho muito bem que o aeroporto de S. Jorge veja a sua pista aumentada, mas tire o cavalinho da chuva se pensa que irá ver a TAP tão rápido na sua ilha. Tenho dito...

PAI disse...

Estamos a lutar para que o vôo do Pico(quando tiver combustível) passe por S.Jorge.É sucesso garantido e possívelmente com dois vôos por semana- Lisboa/S.Jorge/Pico/Lisboa.
O Pico ainda nos vai agradecer porque só connosco no circuito é que poderá ter dois vôos por semana e no verão talvez três!!! Juntos somos 26.000.

Padre... disse...

Como estive fora, apenas hoje ca vim. Mas quero dizer que o Pai tem uma visão bastante abrangente, vendo já uma boa possibilidade de virmos a ter ligação em São Jorge para Lisboa, e completavamos com mais uma ao Pico, como querem.

Caguei te Mariano disse...

Continuem a lutar pela maior arvore de natal da europa na horizontal... Metam o Pico nos jornais europeus, pelo menos para alem da exportaçao da verdinha...

Anónimo disse...

Parem la com essas brigazinhas ja escrivi e volto a escrever , vamos unidos promover o nosso triangulo porque somos um grande potencial turistico, basta nós proprios dar-mos as mãos construir as nossas tres ilhas e vermos um grande futuro pela frente porque potencial não nos falta um grande abraço aos Picoenses e Jorgenses do Faialense que defende estas tres ilhas magnificas que somos temos é que ser mais unidos.