22 março 2008

Avião cargueiro para a SATA?



Estamos perante uma proposta que, na minha opinião, até pode ser interessante e viável, mas que é colocada de uma forma que a inviabiliza.
Estamos a mudar a frota com todos os cuidados para se minimizarem os custos e fala-se em manter uma avião velho, completamente diferente, que precisaria de tripulações, manutenção e peças diferentes? Não faz sentido.
Por outro lado os Q200 têm a possibilidade de mudar o seu interior da versão de passageiros para a versão cargueira em 20 minutos. Tendo em conta que um dos Q200 vai fazer o trabalho do Dornier, que só voa regularmente três dias por semana, são 4 dias que restam para voar como cargueiro para onde for preciso, por exemplo. As possibilidades são imensas, cabe à SATA decidir o que vai fazer com a nova frota, mas não têm razões para piorar o serviço com a chegada dos novos aviões. Agora, manter um ATP... E como se não bastasse, metem ainda no mesmo saco as ligações directas para a América do Norte...

11 comentários:

José Melo disse...

Para onde é que vão os velhos ATP?

Anónimo disse...

O cargueiro concordo que e um erro fazer uma afirmacao daquelas,mas as ligacoes a America ja podem ser uma realidade,e o pessoal do Pico e S.Jorge tambem ficaria a ganhar porque era so atravessar o canal e voava directo para a America.So falta o aumento da pista que estara para breve.

Pedro Sousa disse...

Não esquecer que o Q200 é suposto operar todos os dias, pois implica também S.Jorge e Graciosa.

Rui Medeiros disse...

Mesmo que o Q200 voe todos os dias, e seria mau que assim não fosse, cabe à SATA gerir a frota como achar melhor, e no meu ponto de vista penso que haverá disponibilidade suficiente para uns voos em versão cargueiro se tal se revelar verdadeiramente necessário. Se não houver, continuo a achar má a ideia de manter um ATP, seria muito melhor comprar mais um Q200, por exemplo.
Quanto ao destino dos ATP's, embora a West Air ande a modificar bastantes ATP's para cargueiros, devem ainda existir no mercado alguns ATP's com menos ciclos que serão mais apetecíveis para uma transformação destas. Pelo menos o TGL e o TGN podem não voltar a voar depois de sair da SATA.

jorge disse...

caro rui poderá me dizer onde arranjo os horarios de verão da Sata e da TAP ??

Rui Medeiros disse...

Se quiser pesquisar um dia específico pode tentar no www.amadeus.net Ainda não vi horários definitivos que são normalmente publicados pelas transportadoras, e com a possível alteração do voo da TAP para o fim de semana ainda não tenho certezas de nada, mas amanhã tentarei publicar um horário provisório.

Antoino disse...

Claro que é uma excelente ideia, vejamos:
Vocês andam sempre a se queixar com falta de movimento no vosso aeroporto, se os ATP´S ficarem como cargueiros, já viram as potencialidades para a vossa terra.
Principais futuras exportações:
Cannabis - simply the best
Calhaus para obras - pedra aí, é coisa que abunda, uns 4 ATP´S cheios de pedra por dia, já viram as toneladas de carga na estatística no final do ano????
Já agora, quantos voos extraordinários tiveram pela Páscoa.
Será que a ilha do futuro, não tem movimento que justifique pelo menos 1 voozinho???
Eh Eh Eh - vocês não se enxergam mesmo...

Anónimo disse...

Quem não enxerga é quem não vê as malas com etiquetas de identificação aeroportuária a atravessar o canal, e essas não andam nos aviões sozinhas...

M.C disse...

Olá Rui, relativamente à opção ATP Cargueiro, de onde veio essa informação? É oficial ?


Saudações

Rui Medeiros disse...

É uma ideia lançada pela camâra do comércio da Horta.

Anónimo disse...

Nao gosto muito desses avioes da bombardier. O Q400 teve varios problemas no trem de aterragem, penso que 2 or 3 problemas em poucos meses na air escandinavia.