20 setembro 2007

Combustível e segunda frequência em 2008

Esta última sessão do parlamento Açoriano trouxe boas notícias para o aeroporto do Pico.
Primeiro ficámos a saber que o processo para a instalação de combustível, embora atrasado, não está parado, estando em fase de licenciamento, com conclusão prevista para o verão de 2008.
No que toca ao número de voos, Duarte Ponte disse que vai tentar a inclusão de um segundo voo semanal nas obrigações de serviço público, cuja revisão entrará em vigor também em 2008. Resta saber se o Governo da República não colocará entraves a esta segunda frequência. Além disso pretende que caso se mantenha a única ligação por mais um ano, incluir a obrigação de a mesma ser a um dia escolhido pelo governo e não no que der mais jeito à TAP, que pode não servir as populações, como acontece agora à Terça.
Ainda sobre os voos para Lisboa, de referir que a TAP utilizará durante este Inverno o A319, com menos 24 lugares que o A320.
Durante a discussão falou-se ainda na qualidade do sistema de sinalização luminoso da pista. De facto parece ser bom e conforme as recomendações ICAO, o problema é que o INAC ainda não certificou o aeroporto do Pico para operações nocturnas. Sim, já saiu um NOTAM a dizer que estão lá as luzes, mas isso por si só não permite o tráfego comercial nocturno. Veremos se este processo está concluído antes que este Inverno provoque mais cancelamentos devido ao Por do Sol...

8 comentários:

Joao Braga disse...

Caro Rui

É sempre bom ouvir palavras de alento, mas não concordo nada com a segunda frequência.

Como sabes o numero de lugares do voo LIS-PIX-LIS tem vindo a diminuir a olhos vistos, conforme publicado nos jornais locais,e a TAP não deve estar para perder ainda mais dinheiro....

Se o Exmo Sr. Secretário OBRIGAR o Governo da Republica a mais uma frequência de serviço público lá vamos nós andar a pagar mais umas das brincadeiras do menino..... :?

Bem haja a todos.

Rui Medeiros disse...

Pode informar-me onde posso encontrar essas estatísticas? É verdade que os voos não andam cheios, especialmente de Inverno, mas não estão tão maus como apregoam além de existirem outros factores que propiciam a fraca ocupação desse voo.
Além disso, tenho dados do voo TP1817 durante o mês de Julho e Agosto, e a ocupação média LIS-PIX e PIX-LIS é de 80.7% e 75.7% respectivamente. E se contarmos ainda os lugares ocupados por passageiros com destino ou origem na Terceira a ocupação ainda é mais elevada.
Há com certeza brincadeiras mais caras, (Ota e TGV's), que a obrigatoriedade de mais um voo semanal para o Pico, que na minha opinião é necessário, e, mais ano menos ano, não será um fardo para ninguém. Só quem não conhece a realidade do triângulo pode dizer que é um desperdício. Não se podem encher voos no Pico se nos obrigam a continuar a voar pelo Faial.

Anónimo disse...

quando houverem dois voos para o Pico possívelmente deixará de ser muito mais barato viajar para a Horta e as percentagens de ocupação dos voos serão melhores do que agora...

artur xavier disse...

A TAP não deve estar para perder ainda mais dinheiro....
Eu leio um comentário deste teor e dá-me vontade de ...
A TAP já fez, num passado não muito distante, voos de Lisboa para Londres com pouco mais de 60 (SESSENTA) passageiros e vem agora este "amigo" mostrar a sua preocupação (?) por causa do dinheiro perdido!... Ora bolas!
Terá este senhor, interesses na outra banda? Maldito canal, que só tem um sentido! E para remate (A cereja em cima do bolo!, só faltava esta do "andar-mos a pagar..."
Sinceramente! Com "amigos" destes, não precisamos de inimigos.

Joao Braga disse...

Caro Rui,

Não quero andar a criar mal entendidos.

A noticia a que me refiro veio no Jornal do Pico da semana passada, e dizia que o numero de lugares ocupados tem vindo a diminuir e que as previsões apontavam para uma diminuição da procura ainda maior.

O motivo até poderá ser o facto da operação ser à terça mas..... a verdade é que a procura está a diminuir e uma segunda operação semanal o que vai fazer é dividir os passageiros da primeira por dois. O que fazendo as contas dá uma ocupação ainda mais baixa.

Rui, o voos não são só em Julho e Agosto são também nos restantes meses do ano e que os paga somos nós. Sobre a OTA e TGV's nada tenho a dizer porque não tenho opinião por desconhecimento dos factos mas quando os conheço gosto de opinar.

Aos outros dois amigos, eu só digo o seguinte:

.1 Quando o Governo da Republica aumentar os impostos para pagar o segundo, terceiro, quarto... voos então logo falamos.

.2 Relativamente aos voos para LH com sessenta pax, tenho a certeza que foram excepções de um mau trabalho comercial, porque os voos da TAP para Londres e algumas outras cidades Europeias têm preços bem competitivos.

Tenho dito e bem haja a todos

Rui Medeiros disse...

Não posso comentar o artigo do jornal do Pico porque aqui na covilhã não tenho acesso ao mesmo, mas parece-me futurologia estar a dizer que a previsão é para descer ainda mais quando todas as estatisticas actuais apontam para um aumento de tráfego.
Além disso no caso do Pico o que divide passageiros é poderem escolher viajar pela Horta a qualquer dia da semana, mais um voo pelo Pico só implica mais um dia em que se pode voar pelo Pico, e portanto mais passageiros. Ninguém espera para voar à terça pelo Pico excepto se tiver planeado voar numa segunda ou quarta, e mesmo assim a maior parte opta por ir no dia que escolheu pela Horta.

Anónimo disse...

Porque é que os picarotos têm de atravessar o canal e os "senhores do Faial" não o podem fazer??? Resume-se tudo a isto: "estupidez" por parte de algumas pessoas. O governo gastou muito dinheiro com o aeroporto do pico para depois mais tarde tabem ter lucros com o mesmo....MAS DESTA MANEIRA SO COM UM VOO SEMANAL, AINDA POR CIMA A TERÇA...pode-se dizer claramente...(DINHEIRO BEM GASTO...MAS MUITO MAL APROVEITADO). Esperemos que tudo mude.... Nós temos tanto direito como os nossos "visinhos", a união faz a força e acredito que com o povo do pico unido iremos para a frente!! bom natal..bom ano novo pa todos em geral!!

Anónimo disse...

Caro Rui,

De facto verifiquei que o ano passado no voo de regresso para Lisboa em Agosto, o avião vinha com muitos lugares vagos.
Penso ter explicação no facto de que eu próprio quase fui forçado a fazer o trajecto pela Horta visto só tardiamente os voos extra serem disponibilizados.
Os preços também não ajudam e estando já a verificar datas para o corrente ano, sem dúvida que há muita maior disponibilidade pela Horta assim como possibilidade de escolher melhores tarifas.

Cumprimentos
Carlos