24 fevereiro 2006

TAP reforçará capacidade dos voos para o Pico

Este verão, de Junho a Outubro, a TAP espera utilizar nos seus voos para o Pico à Terça-feira, aviões A320, com capacidade para 156 passageiros. Recorde-se que até à data tem sido utilizado o A319, com capacidade para 132 passageiros, com a excepção de alguns voos em que já houve mudança de equipamento para o A320. Além disso já estão programados 4 voos extraordinários a realizar à Quinta-feira nos dias 20 e 27 de Julho e 17 e 24 de Agosto, com um A319.
Embora estes voos extraordinários, e o aumento da capacidade no voo de horário não venham responder para já ás aspirações dos Picarotos de terem pelo menos duas ligações semanais a Lisboa, poderão ser um bom sinal de que o tráfego para o Pico está a superar as expectativas iniciais, e podemos assim estar mais perto da segunda frequência semanal. Continuamos então à espera do combustível e do fim das obras para ver como evoluem as coisas, mas para já não deixam de ser boas noticias.

P.S. As datas dos voos foram editadas pois coloquei terças-feiras em vez de quintas como está agora corrigido.

3 comentários:

Eduardo disse...

Tenho acompanhado com alguma regularidade o seu blog e parece-me que cometeu uma gaffe ao anunciar essas datas. Em 2006 esse dias não correspondem a 5as feiras. Ou será de outro ano qualquer???
Oxalá tenha sido mesmo erro de edição! O Pico bem merece uma frequencia bi-semanal de voos directos para e do continente.
Voto nas 3as e 6as!!!
Aproveito para o felicitar pela maneira como tem abordado o tema principal do seu blog de forma clara e cativante.
Bem haja

Rui Medeiros disse...

Xiiii, ao escrever o post troquei-me todo, os voos extraordinários são na qunta feira das semanas a que esses dias correspondem à terça feira, ou seja dias 20 e 27 de Julho e 17 e 24 de Agosto.
Peço desculpa pelo erro.

Anónimo disse...

Gaffes é o que o Sr. Rui Medeiros mais comete, o que já não me espanta. Mas aumentar a oferta para quê?? Se não conseguem ocupar a lotação do 319 para quê o 320. Só compreendo isto por razões de equipamento da TAp. Deste modo a taxa de ocupação dos aviões será ainda inferior. Enfim, politiquices....