20 fevereiro 2006

Mais um

Foi mais cedo do que eu esperava! É já para dia 24 deste mês que está marcado o segundo voo extraordinário para o Pico. Mas afinal que importância tem mais um voo extraordinário, já era para ser uma coisa normal. Era, mas no caso do Pico não tem sido, e este segundo voo vem aumentar a esperança de que o voo para a corrida dos reis não tenha sido apenas um caso pontual, e seja possível a realização de mais voos quando os estudantes precisam, embora seja também por causa de um evento ligado ao desporto que aparece este segundo voo.
Pode ser que em breve estes voos deixem de ser motivo de notícia.

3 comentários:

Anónimo disse...

Meu amigo
Já agora quero elucidá-lo que não se trata de voos extraordinários mas sim voos fretados o que não tem o mesmo significado, ou seja os extraordinários são as próprias companhias que os programam enquanto os que estão a vir ao Pico são pagos por quem os contrata neste caso Corrida dos Reis e agora Vitória Futebol Club

Rui Medeiros disse...

Como deve saber a TAP não é uma companhia de voos charter, quando se quer fretar um avião fala-se com a Euroatlantic, com a White, ou até com a SATA Internacional, todas companhias mais viradas para a vertente dos voos charter e ACMI's. O que acontece é que de facto a TAP terá sido contactada para fazer estes voos especialmente por causa dos eventos referidos, mas são considerados voos extraordinários e não charters, como se pode comprovar pelo número de voo utilizado, que na TAP significa voo de reforço quando começa por 3 como é o caso.

Anónimo disse...

Agradeço a sua informação