12 junho 2005

Outra Pista em S. Jorge

No último post contestei esta hipótese, que está a ser estudada pelo Governo Regional, para melhorar as condições de operacionalidade dos aviões da SATA para esta ilha, e serve este post para explicar as minhas razões.
S. Jorge não é um lugar muito bom para se fazer uma pista, e a actual deve estar localizada num dos melhores lugares disponíveis, tem algumas limitaçoes, especialmente quando o vento vira a norte, mas não é a única pista nos Açores com este tipo de problema, é um dos contras de se viver nos Açores, devemos aprender a lidar com eles e apreciar os muitos prós de se ser Açoriano.
Acho muito difícil que de facto se encontre um lugar melhor para um aeroporto em S. Jorge, mas se de facto existir um melhor local, duvido que não traga também as suas limitações, e considero um desperdício abandonar as instalações actuais para se mudar o aeroporto de sítio, especialmente por estarem em curso obras de melhoramento da aerogare actual.
Há quem diga que o aeroporto de S. Jorge é um caso perdido, e a esses aconselho uma visita à Islândia, onde existem aeroportos dentro de fiordes, isso mesmo, num vale rodeado por altas montanhas com uma saída para o mar, alguns onde operam Fokker 50, uma avião da categoria dos ATP's que voam nos Açores. S. Jorge vai ter sempre as suas restrições, tal como o Pico, as Flores ou o Corvo, mas ainda podem ser feitas algumas coisas para melhorar a sua operacionalidade. S. Jorge não possui qualquer ajuda rádio. Um NDB, que muitos já consideram obsoleto, ainda faz maravilhas nos tais fiordes da Islândia. Os aviões descem com a sua ajuda até 500 pés de altura por cima do mar, e se sairem das nuvens tentam então encontrar a boca do fiord para puderem aproximar à pista e aterrar. Não é um ILS mas é um procedimento que podia muito bem ajudar a aproximar a S. Jorge, seguir um rumo de um NDB que leve o avião por cima de água, onde pode descer com segurança, e ao sair das nuvens prosseguir visualmente até ao aeroporto.
Esta é uma das coisa que podem ser feitas em S. Jorge sem que seja preciso investir muito dinheiro, mas mais existem com certeza, agora mudar a pista de local acho um bocado extremo.

1 comentário:

Nélia disse...

Eu sou de S. Jorge e concordo plenamente com o que dizes. Realmente,não existe um sítio melhor para um aeroporto nesta ilha.Talvez pudesse ser um pouco ampliado, mas julgo que nunca seria uma melhoria significativa.
Aterrar em são Jorge em pleno Inverno é sempre uma aventura... ;)