24 junho 2005

Aeroporto do Pico II

Quando finalmente estiver tudo pronto, o aeroporto do Pico vai ser um bom aeroporto. Mas podia ser melhor.
Estava na conversa com o meu irmão e reparei que uma das poucas coisas que parece que vai ser mesmo bem feita na obra do aeroporto é a nova placa. E porquê? Porque é uma placa dimensionada de modo a que lá se possa estacionar em simultânio 3 A310 de modo autónomo, ou seja, não são precisos reboques para ajudar nas suas movimentações. Assim temos uma placa que serve até as possibilidades remotas de que um A310 venha ao Pico, e muito dificilmente surgirão problemas por falta de espaço para estacionar os aviões!
Agora vejamos todas as outras coisas novas do aeroporto.
A pista está maior, mas um A320 tem penalizações no peso que pode carregar porque afinal a pista acaba por ser curta para este tipo de avião. Porque é que não se fez como no planeamento da placa, dotando o aeroporto de uma pista que não implicasse qualquer penalização à operação dos A320? Assim estes aviões podiam usar todas as suas capacidades e voar até a Alemanhã, por exemplo, e nos seus voos para Lisboa estava muito mais há vontade, podendo até ser reduzido os esforços dos travões e motores durante a sua operação, popando-se assim na manutenção dos mesmos. E já agora, permitiria que um A310 cá viesse usar a placa, porque embora não seja impossível, com a pista actual, é extremamente limitante para este tipo de avião usar uma pista tão curta.
A torre está bem alta, mas tem visibilidade limitada para a pista 27. Porque é que não se fez uma torre do lado norte da pista onde apenas 2 andares cumpriam a missão, até porque esta foi uma das propostas iniciais? Esta opção poderia talvez trazer problemas por puder constituir um obstáculo na zona norte da pista, mas existiam outras localizações no lado sul que não lhe trariam a má visibilidade do lugar actual. Poderia ter sido feito melhor? Sem dúvida.
A aerogare vai ser moderna, mas não tem terminal de cargas e já vem com planos de expanção, então porque é que não se fez maior logo de raiz incluindo espaço para a carga? Eu ainda não estive dentro da aerogare, e não sei as condições que vai ter quando pronta, mas o facto de não existir lugar para as cargas e de nos projectos já ser apresentada uma área para ampliação, é um bocadinho preocupante.
Depois temos ainda o quartel dos bombeiros, desta parte não estou bem informado, mas parece que tem lugar para 3 viaturas, uma ambulância e uma viatura de desencarceramento, e instalações do pessoal que incluem balneários, sala de estar, sala de reuniões e um gabinete, existindo ainda um armazem de material e os depósitos de água, logo parece ser mais uma boa obra.
E só falta falar do parque de estacionamento que terá capacidade para 150 viaturas ligeiras, e mais uma vez projecto para ampliação postrior.
Bom no fim disto tudo é boa ideia realçar de novo que o aeroporto do Pico vai ser um bom aeroporto, porque quando se fala no que podia ter ficado melhor, e que não custaria assim tanto fazer uma vez que já se estava em obras, até parece que não se fez nada de jeito. Pois é, já me disseram que este é um defeito Português, alguma coisa é melhor que nada, mas podiamos ser mais perfeccionistas, só fazia bem ao desenvolvimento do País.

Sem comentários: